Comitê se reúne para discutir ações preventivas no combate ao tráfico humano

Na última semana, foi realizada uma reunião do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, promovida pelo Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (NETP), que é coordenado pelo Departamento de Direitos Humanos (DEDH), da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus). O tráfico de mulheres no Amazonas, as políticas públicas que auxiliem no combate do tráfico humano, e o estudo das comunidades ribeirinhas do Estado foram os principais assuntos abordados na reunião.

De acordo com os membros do Comitê, atualmente, os ribeirinhos são uma das preocupações, pois também podem estar envolvidos com tráfico, devido a proximidade com as fronteiras de outros países. Durante o encontro também foi apresentado um calendário de reuniões temáticas para o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Participaram da reunião os membros representantes de órgãos competentes do Estado, como Defensoria Pública da União, Polícia Civil, Secretaria de Segurança Pública (SSP), Secretaria de Estado de Assistência Social (SEAS), juntamente entidades da sociedade civil, que também fazem parte do Comitê.

Dentre as principais atividades do Comitê para esse início de ano está o Seminário de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, programado para acontecer nos dias 26 e 27 de março, no Hotel Taj Mahal. Segundo Michelle Custódio, diretora do DEDH, o principal objetivo do seminário é a consolidação da rede parceira de enfrentamento ao tráfico de pessoas no estado do Amazonas e dar um direcionamento aos órgãos, de modo em que possam atender às vitimas de tráfico humano. Dentre os principais eixos temáticos do seminário estão a repressão, prevenção e assistência no combate ao tráfico de pessoas.

A diretora do Departamento de Direitos Humanos ainda frisou a importância do Núcleo para o Enfrentamento que combate essa infeliz realidade.  “É importante referenciar essa Rede de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e informar os órgãos participantes para que eles possam tomar as devidas providências, conforme o que lhes compete”, afirmou.

As reuniões do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas são realizadas na Sejus mensalmente e visam dividir informações entre os órgãos e discutir ações que promovam informação sobre o tema e combatam o problema.